www.lusopresse .com

  Este espaço está reservado para si !
514-272-0110

www.lusopresse.com - Editor: Norberto Aguiar - Director: Carlos de Jesus

Volume IX - Nº 112 - Montreal, 1 de Março de 2005

 
   
     
Semana em Foco  
Crónica em conjunto com o programa FPTV
Diamantino De Sousa

Todas as semanas no canal FPTV (SIC Internacional) participo no programa a Semana em Foco, uma forma de debate onde se faz um apanhado dos principais acontecimentos da semana quer a nível comunitário, a nível Português, a nível do Quebeque e Canada, bem como a nível internacional. Apresento um pequeno resumo dos assuntos debatidos nesse programa e, que de forma alguma representa tudo aquilo que ali se debateu, mas simplesmente um apanhado dos principais pontos debatidos.

Festejos do 10 de Junho em Montreal

Continuam os preparativos para os festejos do 10 de Junho em Montreal com uma boa implicação por parte do cônsul a querer levar essa festa para todos os portugueses. Por aquilo que se tem vindo a realizar é de notar uma implicação por parte de algumas associações e entidades culturais da nossa comunidade que estão a preparar uma base para um programa de festejos enquadrado no dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. Embora ainda não esteja definido por completo o programa é de realçar a participação de um grupo folclórico vindo directamente de Portugal para participar nestes festejos.

25 de Abril

Uma vez este tema abordado veio à conversa a celebração do 25 de Abril que também representa um marco histórico para a democracia portuguesa e onde, quer queiramos quer não, teve um grande impacto na imigração dos portugueses para terras do Canada antes e depois do 25 de Abril. A reflexão que sobressai deste diálogo será a sua organização por parte de uma comissão que organizasse o evento mas sem conotação política.

Portugal é dos estados da EU que menos gasta em Inovação

Segunda as últimas estatísticas da Comissão Europeia esta identificam Portugal como um dos estados que menos gasta em inovação tecnológica.

Os objectivos definidos apontavam para que até 2010 fossem destinados pelo menos até 3% (três por cento) do PIB da UE em investigação e desenvolvimento e que dois terços das despesas deste sector fossem financiadas por empresas integradas na economia de mercado. Nos últimos anos Portugal gastou apenas 0,79 por cento do seu Produto Interno Bruto em investigação e desenvolvimento, uma das taxas mais baixas da União Europeia a Quinze e muito longe da meta definida para 2010, de 3% (três por cento) do PIB.

Mas, Portugal não é o único nesta situação, foram identificados que os 25 estados membros gastaram apenas 1,82 por cento do seu PIB total neste tipo de despesas, enquanto que as percentagens a Quinze foram de 1,86 e 1,99, respectivamente. Os países nórdicos são aqueles que mais contribuem neste aspecto, com a Suécia a liderar as despesas em inovação, destinando 4,27 por cento do seu PIB, seguido da Finlândia com 3,51 por cento do PIB, da Dinamarca 2,60 porcento, da Alemanha 2,50 por cento e a Bélgica 2,33 por cento.

Especialistas avaliam no Porto nova técnica para travar evolução do cancro

Especialistas internacionais da área da oncologia discutem no Porto uma nova técnica terapêutica de combate à progressão do cancro por bloqueamento dos vasos sanguíneos que alimentam as células malignas.

O novo processo terapêutico (angiogénese) revela-se particularmente eficaz a retardar a evolução do cancro que mais mata na Europa e não só, o tumor do cólon e do recto em fase de metástase, ou seja, já espalhado pelo corpo.

A técnica de "angiogénese" assenta em pesquisas desenvolvidas por diversos cientistas internacionais e terem concluído que os tumores malignos se multiplicam através de um mecanismo designado Factor de Crescimento Vascular Endotelial (FCVE). Um recente estudo envolvendo 925 pacientes com tumores no cólon e no recto em fase de metástase, concluiu que as pessoas que aliaram a quimioterapia à administração do fármaco conseguiram sobreviver mantendo um relativo bem-estar do paciente.

Comentários ao orçamento federal para 2005

Em resumo: chuva de dólares, contenção de despesas públicas, nenhum défice, diminuição da dívida pública e baixa de impostos para os particulares, tudo isto num só orçamento. Mas, se olharmos mais atentamente, este orçamento adopta praticamente as mesmas estratégias económicas e financeiras dos últimos anos. Contudo, este orçamento dá-nos para compreender que Paul Martin está a preparar o terreno para melhor se posicionar para as próximas eleições.

Israel - Palestina: recomeçaram os atentados suicidas por parte dos palestinos

Após o ataque suicida de um radicalista palestino, o Exército Israelita efectuou uma incursão em Deir al-Ghoussoun onde impôs o recolher obrigatório e deteve os dois irmãos do suicida, Abdallah Badrane, de 22 anos e o imã local. Em diferentes chamadas anónimas a meios de comunicação de Gaza, falaram em nome das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, grupo armado vinculado à Fatah, e da Jihad Islâmica, reivindicaram o ataque. Ambas as reivindicações foram, porém, desmentidas pelos líderes dessas mesmas organizações palestinas. Por seu lado, responsáveis da Autoridade Palestina asseguram que Abdallah Badrane pertencia a "um pequeno ramo das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, que recebe financiamento da guerrilha libanesa Hezbollah", mas esta também negou o seu envolvimento no ataque. Sendo a Síria a base de todos estes radicalistas, para a Autoridade Palestina vai ser difícil de controlar estes grupos, já que actualmente existem fortes probabilidades de a Síria estar relacionada com o assassinato recente de um ex-primeiro ministro. Ficamos atentos ao que se vai passar neste conflito e ver se alguma vez será resolvida toda esta saga.

Primeiro tratado mundial para a redução do tabagismo entrou em vigor

Pela primeira vez há um conjunto de nações que se unem para fazer algo pela saúde pública. Este tratado foi aprovada por 192 países, o que torna o evento realmente interessante. A luta contra o contrabando de tabaco e a fraude fiscal, o apoio à cessação tabágica dos fumadores e a promoção do controlo de qualidade dos produtos de tabaco realizado por cada um dos países, em laboratórios estatais, são outras das orientações constantes no documento. Mas o que há de sobressair deste tratado mundial, é que em Portugal, o consumo de tabaco configura "uma das melhores situações da Europa, só ultrapassada pelos países nórdicos", com uma prevalência de 19 por cento de fumadores no conjunto da população, enquanto em Espanha, por exemplo, esse valor atinge os 36 por cento...

 
 

Voltar ao topo da página
Página principal